Arquivo

Textos com Etiquetas ‘Oracle’

Recompilando mcelog no Oracle Enterprise Linux

Opa,

Recentemente detectei um problema que ocorria no Oracle Enterprise Linux com a tarefa agendada mcelog.cron, ao executar apresentava o erro abaixo:

mcelog: warning: record length longer than expected. Consider update.

Pesquisando na Internet encontrei esse post, onde o usuário Dude informa que esse problema está relacionado com a aplicação que não está sincronizada com os headers do kernel, para solucionar foi necessário recompilar a aplicação conforme abaixo:

Realize o download dos fontes do pacote mcelog:

# wget http://public-yum.oracle.com/repo/OracleLinux/OL5/5/base/x86_64/mcelog-0.9pre-1.30.el5.src.rpm

Crie a estrutura (caso necessário) onde serão instalados os fontes e instale o pacote:

# mkdir -p /usr/src/redhat/SOURCES
# rpm -Uvh mcelog-0.9pre-1.30.el5.src.rpm

Acesse o diretório e descompacte o arquivo mcelog:

# cd /usr/src/redhat/SOURCES/
# tar zxvf mcelog-0.9pre.tar.gz

Acesse o diretório criado e compile:

# cd /usr/src/redhat/SOURCES/mcelog-0.9pre
# make

Execute o mcelog para verificar se é apresentado alguma mensagem de erro:

# ./mcelog

Faça um backup do binário mcelog antigo:

# mv /usr/sbin/mcelog /usr/sbin/mcelog.orig

Crie um link[1] ou copie o binário[2] (eu preferi copiar):

1 – # ln -sf /usr/src/redhat/SOURCES/mcelog-0.9pre/mcelog /usr/sbin/mcelog
2 – # cp /usr/src/redhat/SOURCES/mcelog-0.9pre/mcelog /usr/sbin/mcelog

Abraço!

Fonte: http://forums.oracle.com/forums/thread.jspa?messageID=7426706

Categories: Linux Tags: , ,

Configurando bonding de rede no Oracle Linux

7, outubro, 2010 Sem comentários

Opa,

Essa dica foi testada no Oracle Enterprise Linux 5.5 mas deve funcionar normalmente em qualquer outra distribuição que tenha suporte ao módulo bonding habilitado no kernel, seguem abaixo os passos que realizei para a configuração de 4 placas de rede trabalharem como “uma”, utilizando balanceamento de carga (load balance) e tolerância a falhas (fault tolerance).

Primeiro vamos criar o arquivo de configuração da interface bond0:

# vim /etc/sysconfig/network-scripts/ifcfg-bond0

DEVICE=bond0
BOOTPROTO=none
ONBOOT=yes
NETWORK=192.168.100.0
NETMASK=255.255.255.0
IPADDR=192.168.100.2
GATEWAY=192.168.100.1
USERCTL=no

Agora alteramos os arquivos de configuração das interfaces de rede para se tornarem parte da interface bond0 (mude o X pelo número das interfaces, ex.: eth0, eth1, eth2 e eth3):

# vim /etc/sysconfig/network-scripts/ifcfg-ethX

DEVICE=ethX
BOOTPROTO=none
ONBOOT=yes
MASTER=bond0
SLAVE=yes
USERCTL=no

Precisamos garantir agora que o módulo bonding será carregado na inicialização do sistema e o modo de operação do bonding (escolha o modo que melhor se adeque a sua situação, para maiores informações sobre os tipos disponíveis acesse o link 2 nas fontes disponíveis ao final desse post):

# vim /etc/modprobe.conf

alias bond0 bonding
options bond0 miimon=100 mode=6

Agora só nos resta carregar o módulo e reiniciar a rede:

# modprobe bonding
# /etc/init.d/network restart

Uma dica para realizar um teste simples é inserir os cabos de rede nas interfaces, enviar um ping para algum endereço e simular uma falha removendo um de cada vez.

Abraço!

Fontes:
1 – http://lists.us.dell.com/pipermail/oraclesolutions/2008-March/000005.html
2 – http://www.sheepguardingllama.com/2008/01/linux-bonding-modes/
3 – http://www.howtoforge.com/nic-bonding-on-debian-lenny

Categories: Linux Tags: , , ,

Oracle Instantclient + PHP + Fedora 6 (Zod)

16, julho, 2008 2 comentários
Opa,
Após alguns dias parado, estou de volta para mais uma dica técnica, essa é sobre como instalar o Oracle Instantclient + PHP no Fedora 6 (Zod), segue abaixo o processo:

Primeiro faça o download do Instantclient no site da Oracle através desse link, eu escolhi o Instantclient Basic Version 10.2.0.4 (oracle-instantclient-basic-10.2.0.4-1.i386.rpm). Depois faça a instalação utilizando o comando abaixo:
# rpm -Uvh oracle-instantclient-basic-10.2.0.4-1.i386.rpm

Realizada a instalação é necessário criar o profile para carregar as variáveis de ambiente do Oracle, crie o arquivo oracle.sh com o conteúdo abaixo:
# vim /etc/profile.d/oracle.sh

# Oracle variables
export ORACLE_HOME=/usr/lib/oracle/10.2.0.4/client
export LD_LIBRARY_PATH=$ORACLE_HOME/lib
export TNS_ADMIN=$ORACLE_HOME/network/admin

Ajuste as permissões do arquivo com o comando abaixo:
# chmod 755 /etc/profile.d/oracle.sh

Agora precisamos instalar o pacote php-oci8, mas para isso é necessário adicionar o repositório remi através dos comandos abaixo (Fedora 6):
# wget http://rpms.famillecollet.com/remi-release-6.rpm
# rpm -Uvh remi-release-6.rpm

Agora instalamos o php-oci8 com o comando abaixo:
# yum –enable remi install php-oci8

Agora precisamos criar o tnsnames.ora:
# mkdir -p /usr/lib/oracle/10.2.0.4/client/network/admin
# vim /usr/lib/oracle/10.2.0.4/client/network/admin/tnsnames.ora

NOME_BANCO =
(DESCRIPTION =
(ADDRESS_LIST =
(ADDRESS = (PROTOCOL = TCP)(HOST = NOME_OU_IP_HOST)(PORT = 1521))
)
(CONNECT_DATA =
(SID = NOME_SID)
)
)

Feito isso reinicie o apache com o comando:
# /etc/init.d/httpd restart

E pronto, já deve estar funcionando seu PHP com suporte a Oracle no Fedora 6.

Fonte: http://www.nerdgirl.dk/linux/fc4/oracle_instant_client.php

Categories: Linux Tags: , , ,